Top Autor #1: Abraham "Bram" Stoker

Bram Stoker

      OAcciers,

      Coluna nova como eu já havia anunciado no post anterior. Queria começar em novembro com um escritor que eu admiro demais, fã incondicional de sua obra: Bram Stoker, o aclamado autor do vampiro Conde Drácula.


      Hoje posto um pouco de sua biografia, e durante as próximas semanas postarei mais sobre sua vida, obras e curiosidades. Portanto o Top Autor não será apenas um post, mas uma sequência durante o mês de homenagens e aclamações ao autor escolhido.

      Abraham Stoker nasceu em 8 de novembro de 1847, em Clontarf, Dublin, Irlanda. Terceiro filho de um total de sete irmãos, sofreu nos primeiros anos de sua vida com uma saúde frágil que o impedia de até mesmo de se locomover. Neste período, o jovem Bram Stoker passava seu tempo ouvindo histórias de sua mãe e lendo compulsivamente livros e contos de terror sobrenaturais, fase que contribuiu muito para o seu desenvolvido criativo. 

      Aos 15 anos de idade ingressou no tradicional Trinity College de sua cidade natal e, mesmo com a saúde vulnerável, dedica-se com êxito às atividades esportivas. Imerso no ambiente acadêmico e intelectual, o jovem Stoker passou a integrar a chamada Sociedade Filosófica, onde teve a oportunidade de produzir um ensaio intitulado "Sensationalism in Fiction and Society". Posteriormente, ainda viria a ocupar a função de auditor da Sociedade Histórica e a presidir a Sociedade Filosófica. 

      No ano de 1866, Stoker, assim como seu pai, passou a trabalhar no funcionalismo público no castelo de Dublin. Formou-se em matemática em 1870, mas, mesmo graduado, dá continuidade aos estudos diariamente por meio período. O interesse de Stoker pelo teatro levou-o a oferecer-se voluntariamente como crítico do jornal Dublin Evening Mail. Suas críticas inteligentes e embasadas elevaram seu nome junto aos meios sociais, artísticos e intelectuais da cidade. Assim, passa a conviver com personalidades influentes chegando a conhecer Oscar Wilde, Arthur Conan Doyle e William Butler Yeats

      No ano de 1873, foi convidado a assumir a editoração do jornal Irish Echo (que mais tarde seria rebatizado como Halpenny Press), trabalhando sem remuneração salarial e por meio período. Entretanto, o impresso não obteve o sucesso esperado e Stoker abandonou a atividade no ano seguinte. 

      A partir deste momento, passou a produzir os seus primeiros contos e peças ficcionais que eram publicados em jornais da cidade. "The Chain of Destiny" foi seu primeiro trabalho na linha do terror sobrenatural, publicado em 1875 no periódico Shamrock. 

4 comentários:

  1. Bom dia Paula!!

    Não possuo conta no Google, mas fiquei tentado a comentar.
    Bram Stoker é um escritor que admiro muito, o cara "manda realmente bem".

    E olhe! Esteve de aniversário recentemente, segundo minhas contas são 167 anos de vida.
    Realmente como publicou na sua fanpage: "Há pessoas que são imortais"

    Sucesso menina!
    Beijos,

    Carlos Alves.

    ResponderExcluir
  2. Olá!!


    Adorei seu post!
    Publica-se tanto sobre as obras, e pouco sobre os autores!
    Mas não esqueça dos nacionais, hehehe

    Bjs!

    ResponderExcluir
  3. Oi Paula!

    Tem um clássico do cinema que é baseado em na obra do autor: O Drácula de Bram Stoker
    :-)

    ResponderExcluir
  4. Estou a tentar visitar todos os seguidores do Peregrino E Servo, pois por uma acção do google meu perfil sumiu e estava a seguir o seu blog sem foto e agora tive de voltar a seguir, com outra foto. Aproveito para deixar um fraterno abraço.
    António Jesus Batalha.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...