Resenha Parceria: Para Sempre Ana

Sinopse:
 
Na mística Três Luzes, o leitor percorre inicialmente três momentos afastados no tempo, onde três homens, de três gerações da família Rigotti, experimentam situações-limite pela influência de uma mesma mulher: Ana. A partir daí, a narrativa o leva a uma instigante viagem, nem sempre linear, entre meados do século XX e o início do XXI, na qual os dramas, o passado, o verdadeiro caráter e os segredos de cada personagem são pouco a pouco desnudados. A trama é conduzida pela busca de Ana e pela busca por Ana, forasteira misteriosa que abala os triluzianos e cuja trajetória se funde à dos demais em uma história carregada de luzes e sombras. A busca de Ana arrebata as emoções; a busca por Ana arrebata os sentidos. E ambas surpreendem. Sempre que tudo parece esclarecido, detalhes antes considerados sem importância provocam uma reviravolta geral na história. Até o último capítulo. Descubra se os mais atordoantes segredos de Três Luzes estão mesmo nos céus ou no fundo da alma de seus moradores.
 
Para Sempre Ana - Sergio Carmach


O livro conta a história de Ana, uma mulher que já aparece bem no começo da história, com uma revelação bombástica, que choca os habitantes de Três Luzes, principalmente a família Rigotti. Depois dessa revelação, a vida de Carlos, herdeiro da família, muda completamente, e pra pior. Ele, obviamente, culpa Ana por todo o seu sofrimento.

É fato que Ana, como é explicado na sinopse, mexe com três gerações de homens da família Rigotti. Com Nestor, o “patriarca”, com Carlos, seu filho, e com Caio, que nós já conhecemos no inicío da história, que se passa no ano de 2011. Aliás, todos os capítulos começam com uma data, explicando em que ano se passa a narração.
São várias revelações durante o livro, e cada uma dá uma reviravolta na vida dos protagonistas. Ana é uma personagem que muda completamente, devido à sua evolução como pessoa. Nunca senti antipatia por ela, mas desconfiei que as coisas não fossem bem como ela explicava.

Tem também o padre Motta, que é um personagem que parece ser apenas figurante, mas que contribui muito para a história. Dona Gertrudes, avó de Cris, também esconde vários segredos, mas que não são tão importantes. E mais, a personagem que mais gostei: Cláudia, a irmã mais nova de Cris, que ajudou muito o Carlos quanto à Ana e a revelação que ela fez.

Enfim, são muitos personagens que se revelam importantes durante a história, cada um com a sua participação na vida de Carlos e Ana. O Sérgio construiu muito bem a história. Às vezes estávamos na atualidade, com Caio procurando sua mãe. Às vezes, nos anos sessenta, conhecendo a Ana pequena. E, na maioria do tempo, nos anos noventa, acompanhando a evolução da família Rigotti.

Gostei muito do livro, e recomendo-o demais. A sinopse nos faz pensar num romance, e Para Sempre Ana realmente o é, mas é também um livro cheio de mistérios, ensinamentos e personagens  bem construídos, para quem torcemos bastante durante o desenrolar da história.

6 comentários:

  1. Não conhecia o livro, mas a história não me interessou muito. Não sei porque :( Mas enfim, adoro livros nesse gênero.

    Um beijo, Karine Braschi.
    Geek de Batom.

    ResponderExcluir
  2. Acho que já tinha ouvido falar, mas não estou lembrada direito. Sua resenha me deixou curiosa e achei a capa do livro muito bonita.

    Té mais...
    http://bmelo42.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi moça!!!

    Tem selinho pra você lá no blog!!!

    Beijos

    http://coracaodetinta.blogspot.com.br/2013/05/selinho-projeto-12-livros-em-12-meses.html

    ResponderExcluir
  4. Gostei da resenha, ainda mais pelo fato de você comentar que existem mistérios no decorrer da história o livro parece-me bem atraente :D

    http://livraticos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oii Paula!
    Deixei um selinho pra vc lá no blog! :)

    http://maisumapaginalivros.blogspot.com.br/2013/05/tag-e-selinho-13.html#more
    Mais Uma Página

    ResponderExcluir
  6. Oi Paula, tudo bem?

    Obrigada pelo convite pelo skoob. (:

    A D O R E I o nome do seu blog.... adoro uma "bruxariazinha" hahaha

    Olha, este livro não me cativou... Pelo que colocou na resenha, até me animou um pouco, quem sabe. Mas vai ser daqui um tempo ainda, pois tenho vários na frente em ordem de preferência. (:

    Beijos. Boas leituras.

    http://entreresenhas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...