Resenha: O Vendedor de Sonhos - O Chamado

  • Editora: Academia de Inteligência
  • Páginas: 296
  • Titulo Original: O Vendedor de Sonhos - O Chamado
  • Nota: 
  • Skoob - Comprar 




Um homem desconhecido tenta salvar da morte um suicida. Ninguém sabe sua origem, seu nome sua história. Proclama aos quatro ventos que a sociedades modernas se converteram num hospício Global. Com uma eloqüência cativante, começa a chamar seguidores para vender sonhos. Ao mesmo tempo em que arrebata as pessoas e as liberta do cárcere da rotina, arruma muitos inimigos. Será ele um sábio ou um louco? Este é uma romance que nos fará rir chorar e pensar muito.







     Depois de um bom tempo sem postar (motivos pessoais) volto a me dedicar ao blog. Trago  a resenha e super indico o livro O Vendedor de Sonhos - O Chamado, de Augusto Cury. 

      O protagonista é chamado de “Mestre” por todos os seguidores que ele tem ao longo da historia, sendo que o primeiro foi um professor universitário, que saturado da vida tenta suicídio, mas é salvo pelo Mestre de uma maneira um tanto inusitada.

"Você quer fazer o favor de não perturbar meu jantar?!"

       O Mestre, o Vendedor de Sonhos, é uma pessoa simples e não se importa com bens materiais ou fama; porém, não se empolgue com seu desprendimento, ele não é um santo e sim uma pessoa que aprendeu com seus erros. 

"Eu procuro vender coragem para os inseguros, ousadia para os fóbicos, alegria para os que perderam o encanto pela vida, sensatez para os incautos, críticas para os pensadores."

           A trajetória do “Mestre” e seus discípulos é cheia de aprendizado sobre perdão, amor, bondade, respeito e tudo sobre o que realmente é importante na vida. 

"Sou apenas um caminhante
Que perdeu o medo de se perder
Estou seguro de que sou imperfeito
Podem me chamar de louco
Podem zombar das minhas ideias
Não importa!
O que importa é que sou um caminhante
Que vende sonhos para os passantes
Não tenho bússola nem agenda
Não tenho nada, mas tenho tudo
Sou apenas um caminhante
À procura de mim mesmo."

              Há quem critique o livro por não passar de um livro com fundo 'autoajuda'. Mas quando lemos o livro e entendemos sua essência nos perguntamos "Não é disso que precisamos? Autoajuda?" A sociedade está doente, valoriza-se o ter ao invés do ser! As pessoas abandonam seus familiares para doar-se ao trabalho, e pior, abandonam a si mesmas! O resultado pode ser o mais doloroso possível: suicídio! 

              Na tentativa frustrada de estancar uma dor invisível aos olhos, mas crucial ao coração, muitas pessoas procuram privar as batidas de seus corações! Mal sabem elas o gesto de ingratidão que cometem com isso. Seus corações sempre trabalharam gratuitamente, e essa é uma péssima forma de retribuir às inúmeras batidas que ele deu. 

"Os fracos matam o corpo [...], os fortes matam o significado deles dentro de si. Os que matam o corpo são assassinos, os que matam o que eles representam são sábios."
 




2 comentários:

  1. Amei a resenha, ficou show!
    O vendedor de sonhos está na minha lista a bastante tempo e cada vez tenho mais vontade de lê-lo.

    Beijos
    http://acervodeamor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi adorei.. muito obrigado, amei a maneira que vc usou para descrever essa resenha...me fez se interessar pelo livro....mas vc já leu o livro reverso escrito pelo autor Darlei... se trata de um livro arrebatador...ele coloca em cheque os maiores dogmas religiosos de todos os tempos.....e ainda inverte de forma brutal as teorias cientificas usando dilemas fantásticos; Além de revelar verdades sobre Jesus jamais mencionados na história.....acesse o link da livraria cultura e digite reverso...a capa do livro é linda
    www.livrariacultura.com.br/scripts/resenha/resenha.asp?
    www.buqui.com.br/ebook/reverso-604408.html

    ResponderExcluir